Resenha • A Guerra Que Salvou A Minha Vida

Como já havia falado nesse post, estava super ansiosa com a parceria da Darkside, e na semana passada recebi o primeiro livro da Caveirinha! O item enviado foi “A Guerra Que Salvou A Minha Vida” de Kimberly Brubaker Bradley e, mesmo sendo um livro bem diferente do que estou acostumada, eu simplesmente amei. Para quem não conhece, a Darklove é uma linha dentro da editora que foca em obras escritas por mulheres, explorando lugares, culturas e épocas diferentes; e essa obra faz parte dessa coleção. Nesse post vou contar por que ele foi uma experiência que nunca teria vivenciado se não fosse por esse presente.

Sinopse

Ada é uma garotinha de dez ou onze anos que mora em Londres com sua mãe e seu irmão mais novo, e é engolida pela tensão da Segunda Guerra mesmo que nunca tenha pisado fora de casa. Humilhada diariamente pela Mãe, que nem recebe um nome ao longo da história, Ada já travava uma guerra em casa antes mesmo de Hitler planejar os bombardeios à cidade, ataques que mudariam completamente a vida dos irmãos. Sem conseguir andar por causa de um “defeito” de nascença, a protagonista {assim como milhares de crianças} precisa abandonar Londres e procurar refúgio das ameaças alemãs no interior da Inglaterra. Os irmãos são acolhidos por Susan, uma senhora solteira que vive isolada da comunidade à sua volta, e a primeira coisa que eles descobrem sobre a Srta. Smith é que, como ela mesma diz, ela não é uma pessoa boa.

O Kit e Minha Surpresa

O kit continha um saco de pano estampado que embalava o livro e três cartões postais mostrando crianças em meio à destroços de guerra. Quando abri o pacote e vi a estampa do tecido já sabia que livro seria, pois já tinha visto várias postagens sobre ele –  e foi aí que me bateu um leve desespero. Eu sou a pessoa mais drama queen do Universo e uma manteiga derretida assumidíssima. Posso ler e assistir filmes de terror, ver cenas com sangue e corpos decepados, ler relatos de crimes reais com a maior tranquilidade, mas eu simplesmente não consigo lidar com drama e coisas tristes no geral. Fujo de materiais relacionados à Guerra por que eles simplesmente me dilaceram, então vocês conseguem presumir como fiquei quando peguei o livro em mãos.

Imagine qual não foi meu espanto ao começar o livro e ficar completamente apaixonada por ele, com os olhos marejados enquanto devorava cada página? Já tinha lido outros títulos da Darklove, mas nenhum chegou perto do carinho que senti pelas aventuras de Ada ao decorrer de uma das maiores catástrofes que o mundo experienciou.

Primeiro lugar na lista dos mais vendidos do New York Times, “A Guerra Que Salvou Minha Vida” é uma leitura emocionante e deliciosa. As adversidades sofridas por Ada me faziam torcer por cada pequena vitória, e assim fiquei até o final. Bradley escreve com maestria, as personagens são cativantes e a narrativa da guerra descrita pelos olhos de uma criança, que mesmo bem longe dos campos de batalha teve sua vida afetada por esse trágico capítulo da História, é simplesmente incrível.  Recomendo muitíssimo essa obra para quem quer sentir um calorzinho no coração e ler uma bela história de superação, tenho certeza que você não irá se decepcionar.

Você já leu esse livro? Se sim, comente o que achou dele, vou adorar saber sua opinião! E você que não leu, ficou com vontade? Me conte tudo nos comentários.

(Visited 8 times, 1 visits today)

Você pode gostar de

8 Comentários

  1. Ao contrário de ti, eu vivo pelo drama HAHAHA choro com tudo mas amo chorar com as coisa, adoro livro e filme cheio de desgracera, a a 2a Guerra é um dos meus assuntos preferidos pra saber mais sobre (OU SEJA. sou uma pessoa horrível né AHUEAHU) Isso que tu falou sobre ser a guerra do ponto de vista de uma criança me lembrou bastante A Menina Que Roubava Livros, que eu amo, mesmo sendo um plot bem diferente, você já leu? Tô bem interessada nesse da Darkside, e o kit também tá lindão. ❤

    1. AHAHAHA eu odeio chorar, sofro muito! Eu vi o filme na real, achei interessante mas como eu já disse, fugia muito desse tema haha. Esse livro é uma gracinha, você iria amar! ♥

  2. Eu sinceramente sou apaixonada pela linha de livros da Darkside. É um amor assim incondicional. Achei muito linda essa capa e o enredo da história que trará. Com sua resenha fiquei mais ainda curiosa sobre o livro em questão. Já entrou para a lista de leituras desejadas.

    Até mais!
    Karolini Barbara
    womenrocker.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *