Big Kahuna Burger

Bom, o post de hoje é especial pois vou falar de duas coisas que amo muito, muito mesmo: hambúrguer e Quentin Tarantino. Mas como essas coisas tão diferentes se relacionam?

“Mmm-mmmm. That is a tasty burger. Vincent, ever have a Big Kahuna Burger?”

A resposta é simples: BIG KAHUNA BURGER. ♥

Se você já me conhece, com certeza sabe da minha paixão por comida {#duh} ou mais especificamente, hambúrguer! Sabe também que eu sou completamente obcecada e perdidamente apaixonada pelo Tarantino. Imagine agora quando uma hamburgueria deliciosa tem como tema o Universo Tarantino? Sim, quando eu descobri que isso existia eu morri um pouco por dentro. Quer a prova?

Essa é a minha carinha de felicidade quando visitei o local pela primeira vez, em 2013.

Bom, já estraguei a surpresa e mostrei que os lanches deles não estão pra brincadeira. Antes de deixar vocês com mais água na boca, vou contar um pouquinho sobre o Universo Tarantino. Em primeiro lugar: se você não gosta dos filmes dele, você está assistindo do jeito errado. Todos os filmes dele têm referências incríveis sobre milhares de obras primas do cinema, e ele as homenageia {não copia, como dizem as más línguas} de forma irresistível. Em segundo: ele criou um fucking Universo. Todos os filmes dele são interligados dos jeitos mais surreais possíveis, não tem como não amar isso.

A ORIGEM

O Big Kahuna é uma cadeia de fast-food com tema havaiano. Em Pulp Fiction, Jules tem um diálogo inesquecível com Brett e seus amigos enquanto saboreia um hambúguer da marca e toma uma Sprite de canudinho; Mr. Blonde passa no fast-food antes de encontrar Mr. White e Mr. Pink no depósito em Reservoir Dogs e Jungle Julia menciona estar em um outdoor próximo à um dos restaurantes da rede em Death Proof. Isso sem contar as aparições em Four Rooms, From Dusk Till Dawn e Romy and Michele’s High School Reunion.

Carteira linda do Rômulo feat. ilustrações gracinhas do jogo americano.
A SURPRESA EM SÃO PAULO

Mas e então, como eu conheci o restaurante paulistano? Estava passando um fim de semana com meus melhores amigos, Cauê e Matheus, quando eles mencionaram uma hamburgueria deliciosa que tinham ido a pouco tempo. Alguns dias antes, coincidentemente, eu vi uma página no Facebook chamada Big Kahuna e curti, achando que era uma homenagem aos filmes. Mal sabia eu que era a tal hamburgueria deliciosa que meus amigos tinha ido e que era do ladinho de onde estávamos!

O AMBIENTE

Chegando lá, fui recepcionada com “Chick Habit”, da trilha sonora do meu filme favorito ever – Death Proof, e a primeira coisa que reparei foi a decoração: ilustrações e grafites dos personagens nas paredes ao lado de vários pôsteres relacionados aos filmes do meu ídolo.

O local é pequeno mas aconchegante, e nunca pegamos o restaurante muito lotado. O atendimento demora um pouco dependendo da quantidade de pessoas, mas nada muito absurdo. E sim, já fui dezenas de vezes, geralmente levando pessoas para conhecer lá pela primeira vez. Todas as fotos aqui ilustradas foram tiradas em dias diferentes, por isso a iluminação e qualidade estão diferentes em cada uma.

A COMIDA

Agora a minha parte favorita: o cardápio e as referências! Você pode conferir aqui o menu, e nem preciso mencionar os gritinhos de alegria que dei ao ler cada um dos nomes escolhidos. Milhões de referências à Pulp Fiction {Five Dollar Shake, gente!} batizam os mais variados tipos de entradas, lanches e bebidas. Vou postar algumas das comidinhas que eu e meus amigos já provamos.

Freaking Fries

Royale With Cheese

Bacon Blast

Jack Rabbit Slim’s {com uma onion ring extra}

Uncle Sam

Bacon Porn

Quanta carne e principalmente, quanto bacon né? É até lindo de se ver! Ah, o legal é que eles tem um delicioso hambúrguer vegetariano, feito com mix de cogumelos {o Jack Rabbit Slim’s, na penúltima foto}, assim você pode levar todos seus amigos para curtir esse restaurante super diferente!

E aí, ficaram com fome? Se você for de São Paulo ou estiver dando uma passadinha, vá visitar o Big Kahuna! Tenho certeza que você não vai se arrepender.

Big Kahuna Burger
Alameda Lorena, 53 – Jardim Paulista – São Paulo – SP
Telefone: {11} 3051 6268
De terça a quinta 12h – 15h e também 19h – 23h / Sexta 12h – 15h e também 19h – 00h / Sábado 13h – 00h / Segunda fechado / Domingo 13h – 23h

Site Oficial
Facebook
Instagram

Continue Reading

Made by… Feito por Brasileiros





São Paulo had a unique art invasion: an abandoned hospital closed since 1993 opened its doors for the first time to the public to host an artistic intervention. The “Made by… Feito por Brasileiros” exhibition reunites the works of a hundred artists, fifty from Brazil & fifty from abroad.

The exhibition is curated by Marc Pottier & Simon Watson & incorporates ephemeral works of painting, sculpture, installation & video. The site chosen to host the show is as interesting as the artistic intervention itself; built in 1904 the Matarazzo Hospital, in the center of São Paulo, brings back to life derelict pavilions, hallways, examination rooms, maternity wards, courtyards & gardens with the amazing works of selected artists. I must confess I wanted to visit the exhibition specially because I was dying to see the Hospital for the first & last time; I simply adore neglected places & antique architecture styles, so visiting one of the most important medical wards of the city’s history was a burning desire & as I could prove it, a delightful experience. 

“Made by… Feito por Brasileiros” was created as a public goodbye to the world, since the building that had been hidden for a long time will now be overtaken by the architects Jean Nouvel & Philippe Starck, converting the magnificent space into a luxe hotel, theathers, art gallery & a mall. Unfortunatelly this piece of history will be destroyed, just like many other buildings in Brazil since our politicians don’t care much about keeping our history alive. The Matarazzo Hospital would be the perfect site for international art events for the next years, but money speaks louder, I guess. At least I had the chance to visit it before it turns to dust, or better, turns into something I’ll never be able to afford to visit again.















Continue Reading

Castelo Rá Tim Bum • A Exposição



“Klift, Kloft, Still, a porta se abriu!”



Tive o prazer de visitar no MIS {Museu de Imagem e do Som} a maravilhosa exposição comemorativa dos vinte anos do programa infantil “Castelo Rá-Tim-Bum”. A programação da TV Cultura teve um enorme impacto para milhares de crianças da década de 90 e comigo não foi diferente: assim que li sobre a exposição fiquei super ansiosa para entrar no Castelo que marcou minha infância!

A maquete que se encontra logo no início da exposição já traz aquela pontinha de nostalgia, mas é quando passamos pelo Porteiro e adentramos “os muros do Castelo” que a aventura começa. São mais de dez ambientes com objetos cenográficos reais e os figurinos de todos personagens, assim como roteiros originais, sketches e recortes de notícias sobre o programa. Uma aventura deliciosa para as eternas crianças da “Geração Cultura”, que fará você sorrir a cada cômodo explorado.











































Castelo Rá-Tim-Bum – A exposição @ MIS

 Av. Europa, 158 – Jardim Europa. Visitação entre os dias 16/07 e 12/10; 
de terça à sexta das 12h Às 21h; sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 10h às 20h.
Ingressos: R$ 10 (inteira); R$ 5 (meia entrada)


Continue Reading